Notícias SINDAEMA

14 de fevereiro de 2019 às 19h42

Fala Trabalhadora! Entrevistamos a empregada Meirilucia Campos de Barros

É com muita satisfação que temos como entrevistada desta semana a trabalhadora Meirilucia Campos de Barros, uma mulher guerreira e que venceu a batalha contra um câncer. Ela exerce a função de apoio administrativo pela Tubomills, prestando serviços para a Cesan há mais de 12 anos na Divisão de Barra de São Francisco.

 

Sindaema: Conte-nos a sua trajetória na Cesan.

Meirilucia: Eu entrei em 2006 no convênio com a prefeitura, fiquei pelo convênio um ano e meio, depois fui trabalhar na empresa Politec. Depois voltei para o convênio com a prefeitura, tudo aqui dentro da Cesan, exercendo a função de apoio administrativo. Trabalhei na Samom e entrei na Tubommils em 2014.

 

Sindaema: Antes de prestar serviços para a Cesan, você trabalhava?

Meirilucia: Sim, fiquei uns 12 anos trabalhando no comércio, de 1994 a 2006.

 

Sindaema: E na Tubomiils, como é seu trabalho junto à equipe?

MeiriluciaEu exerço a atividade de RH junto aos empregados da Tubomills, nos pólos de Barra de São Francisco, Água Doce, Ecoporanga, Águia Branca e Paulista. Eu sou o ponto de ligação dos empregados da Tubommils com o escritório administrativo da empresa.

 

Sindaema: Destaque uma atividade sua como prestadora de serviço na Cesan.

Meirilucia: Além das minhas atividades de apoio administrativo, eu apoio a equipe dos empregados da Cesan na organização do Programa 10 S, um Programa Institucional da Cesan . A Divisão de Barra de São Francisco participa do Programa 10 S.

 

Sindaema: Como foi sua luta para vencer o Câncer?

Meirilucia: Eu tive um apoio muito grande dos empregados da Cesan, pois eu precisava me ausentar do trabalho em alguns períodos para realizar o tratamento. Eu descobri o câncer em 2014, na boca, passei por tratamento em Vitória. Fiz quiomiterapia e radioterapia sem me afastar do trabalho. No final de 2015, o câncer voltou e eu fiz novamente quimioterapia. Sempre presente no trabalho. O trabalho me ajudou  muito durante o tratamento contra o  câncer. Quando eu estava bem eu ia trabalhar. Sempre tive  a certeza que era Deus que me mantinha de pé. Atualmente, estou na fase final do tratamento que envolve a parte de reconstituição da mandíbula.

 

Sindaema: Você gosta do que faz na Cesan?

MeiriluciaSim, eu gosto muito do que faço. Cada dia é diferente, não tem rotina. Eu atuo na CIPA também, trabalho em conjunto com a CIPA Cesan, composta pela Cesan e pela Tubomills.

 

Sindaema: Como é o clima no ambiente de trabalho?

MeiriluciaO clima é tranquilo e harmonioso, lógico que lidar com pessoas é desafiador. Sempre estamos realizando café da manhã  comunitário, que é uma das ações incentivadoras para a união da equipe cesan x tubomills.

 

Sindaema: Como você enxerga a vida hoje?

MeiriluciaEu possuo um jeito de olhar para a vida de forma positiva. Encarar os problemas e acreditar em  Deus contribuiu muito para minha recuperação. “Chorar uma caixa de lenço de papel e comer uma caixa de bombom não vai resolver os problemas”, é assim que eu penso.E quando você chega em casa e encontra o seu pai de 84 anos de vida e acamado por sequela de um AVC a 14 anos. Você entende que você que não pode desistir.

 

Sindaema: Você acha importante ser sindicalizada?

MeiriluciaSim. Ser sindicalizada é importante pois as conquistas que a gente tem, sozinhos a gente não conseguiria. É importante você ter uma classe que luta por aquilo que você precisa. E eu entendo que o sindicato, às vezes, não vai atender a tudo aquilo que a gente quer.

 

Sindaema: O que você espera da gestão atual do Sindicato?

MeiriluciaEu acredito nesta gestão. Acho que já melhorou o processo de informações repassadas pelo SINDAEMA.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O SINDAEMA


O Sindicato dos Trabalhadores em Àgua, Esgoto e Meio Ambiente do Espírito Santo completou 50 anos de história em 2013. Possui cerca de 2 mil associados – são trabalhadores da Cesan e dos Saaes, Serviços Municipais de Água e Esgoto. Sua sede está localizada no Bairro do Moscoso, em Vitória.