Notícias SINDAEMA

22 de maio de 2018 às 19h18

Mapa mostra mudanças sofridas na água doce do mundo

Reportagem publicada pelo jornal Nexo, aponto que cerca de dois terços dos habitats de águas doces do mundo se encontram sob ameaça, e em muitos dos casos a responsabilidade é humana. Estas áreas vão de glaciares de regiões polares a águas subterrâneas em áreas tropicais.

Um novo mapa da Nasa, compilado de informações de satélites captadas ao longo de 14 anos, entre outras fontes, identificou 34 pontos de água terrestre que vêm passando por mudanças. O mapa faz parte de um estudo conduzido por cientistas da agência espacial americana.

Segundo suas conclusões, áreas úmidas da Terra estão ficando mais úmidas e áreas secas, mais secas. Além da ação humana, mudanças climáticas e ciclos naturais estão entre os responsáveis, em maior ou menor grau dependendo da área. Muitas vezes, mais de um fator é responsável pelo fenômeno.

Onde está a água doce

A reportagem ainda mostra um estudo da Nasa, onde contabilizou-se que as mudanças na disponibilidade da água doce é “essencial para se prever o abastecimento de comida, a saúde humana e dos ecossistemas, a geração de energia e instabilidade social”.

Um estudo de 2010 estimou que cerca de 5 bilhões de pessoas moram em áreas onde a segurança hídrica pode ficar sob ameaça. Fatores como mudanças climáticas, crescimento populacional e atividades humanas contribuem para piorar esta situação, segundo a Nasa. “Um desafio ambiental fundamental do século 21 poderá ser o gerenciamento sustentável mundial dos recursos hídricos”.

Matéria publicada no site da FNU, no dia 22 de maio.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O SINDAEMA


O Sindicato dos Trabalhadores em Àgua, Esgoto e Meio Ambiente do Espírito Santo completou 50 anos de história em 2013. Possui cerca de 2 mil associados – são trabalhadores da Cesan e dos Saaes, Serviços Municipais de Água e Esgoto. Sua sede está localizada no Bairro do Moscoso, em Vitória.